Meu pacote: um programa de estudo possível

Muitos se perguntam se estudar na Inglaterra sai caro, devido ao preço da libra, quase três vezes mais que o valor do real.

Porém, não precisa ser caro estudar no Reino Unido. Vou esmiuçar o meu plano de estudos aqui para que todos possam conhecer e, quem sabe, ajudar estudantes em busca de informações sobre intercâmbio.

Quem desejar infos sobre custos, por favor, me envie uma mensagem e passo os valores.

Meu programa é composto por:

  • 25 semanas de curso de inglês, de abril a outubro, na escola ICS English. As aulas ocorrem diariamente, das 9h às 12h45.
  • Um mês de hospedagem em casa de família com meia-pensão (café da manhã e jantar inclusos).

Neste pacote, estão inclusas as seguintes taxas:

  • Taxa de Matrícula
  • 25 semanas inglês – 15 horas semanais manhã
  • Taxa de acomodação
  • 4 semanas em casa de família, em quarto individual
  • Taxa administrativa da agência

#importante: a parte aérea não é inclusa. No meu caso, assinei um contrato com a agência permitindo que ela se encarregasse da compra da minha passagem (isso NÃO é arriscado: os valores são aprovados previamente pelo estudante). Esse procedimento, porém, não precisa ser obrigatoriamente adotado. Há quem possua programas de fidelidade com companhias aéreas ou de  milhagens e prefira comprar sua própria passagem.

Sobre a ICS Language

Gostei muito da escola que escolhi. Ela  foi fundada há mais de 30 ano e é a mais antiga escola de idiomas de Norwich. Ela é membro da ABLS (Associação de Escolas de Língua Inglesa, em tradução livre) e oficialmente aceita pela Agência de Fronteiras do Reino Unido, responsável pela emissão de vistos (UKAB), além de reconhecida por outras entidades.

A duas semanas de começar meu curso, recebi um e-mail  com indicações de como acessar minha página pessoal no site da instituição. Lá, o estudante encontra um calendário com os eventos sociais que a escola realiza, programas on-line de estudos e testes.

Entre as atividades sociais realizadas estão idas a cinema, karaokês e a pubs, além de excursões de fim-de-semana.

Sobre trabalho

Coletei dicas de amigos intercambistas e orientações e elas apontam que trabalhar é algo importante num programa de intercâmbio – o estudante tem contato com os habitantes da cidade, potencializa o aprendizado do idioma, além de poder se manter, pagando seus custos com alimentação, transporte e acomodação.

O estudante só pode trabalhar legalmente 20 horas semanais e o valor da hora varia entre 5 e 7 libras na Inglaterra. Os trabalhos disponíveis para estrangeiros são os conhecidos subempregos, ou “braçais”, o que espanta alguns estudantes.

Porém, não são nos mesmos sistemas de exploração que vemos no Brasil. Estas atividades são bem remuneradas e são uma prática comum para aqueles que escolhem programas de intercâmbio e pretendem pagar as próprias contas.

No próximo post, infomações sobre os últimos passos para a viagem, que acontece no próximo dia 23. Ueba!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s