De Picasso a Dalí em Estocolmo

*Este post faz parte de uma sequências de posts sobre viagem a Estocolmo.

Museu de Arte Moderna

Porque a gente é muito eclética, saímos do palácio real direto para o Museu de Arte Moderna. Considerado uma das melhores coleções de arte do século XX até os dias atuais, não poderia deixar de ver Picasso, Matisse e Dali pela primeira vez!

Só tínhamos uma hora antes do museu fechar, mas como se sabe, arte moderna é aquela coisa estranha: uma roda, uma caneca, tudo tem vocação para a arte.

Ou, nas palavras do Calvin:

“Nossa sociedade é tão analfabeta culturalmente que não consegue diferenciar uma obra de arte de um buraco no chão.”

Eu não tenho a habilidade divagativa necessária para compreender arte moderna, mas o Moderna Museet era um lugar muito cool.

Destaque especial para a sala dedicada a arte russa, uma parede coberta por posteres daquele país e com uma escultura gigante, de Vladimir Tatlin. Em 1920, essa era a sua concepção de realidade em três dimensões:

Escultura e pôsteres.

Outra coisa muito legal na arte do século XX, em minha modesta opinião, é o surrealismo. Eu não entendo o expressionismo, nem o fauvismo, mas gosto muito dos relógios derretidos de Salvador Dalí. Há exposta apenas uma obra do pintor, mas já valeu a pena ver um quadro ao vivo e a cores do que estamos acostumados a ver apenas no Google.

O museu estava quase fechando quando demos uma passada sem compromisso na lojinha. Foi a lojinha de museu mais fofa que eu já conheci! Cheia de cacarecos para cozinha, coisas de papelaria, livros para crianças, uma perdição! Queria colocar a loja na bolsa e trazer de presente pra vocês… Se quiserem morrer de vontade, dêem uma passeada no webshop.

Após um dia todo correndo de um lado para outro naquela cidade, no fim do dia a sola do pé doía só de pisar no chão. Esperamos o ônibus de volta derrubadas num banquinho. Ao chegar no hotel, nem boa-noite. Cair na cama foi conseqüência pura.

2 pensamentos sobre “De Picasso a Dalí em Estocolmo

  1. Hei !!!???
    A quem interessar possa …;-)
    Sobre a imagem em primeiríssimo plano….
    Trata-se de uma obra do Marcel Duchanp. Roda de Bicicleta, criada em 1913.

    Passar por aqui, e’ sempre uma experiência !

    Hehe

  2. Gozado, todas as vezes que eu passo perto da oficina de bicis do Joaquim Esperto, aqui em São Xico, parece que vejo várias edições dessa mesma obra de arte. Tem vezes que ele – o próprio Joaquim – está trabalhando em uma das “instalações”. Pô, temos um artemoderno aqui e eu nem sabia!…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s