Uma breve explicação sobre jornalismo de dados e comunidades online

O meu mestrado tem dois focos técnicos: jornalismo de dados e gestão de comunidades online (em inglês, data journalism e online community management).

Aqui vai uma explicação muito breve e simplificada do que são esses dois temas (mãe, essa é sua chance de finalmente entender o que eu vim estudar aqui!😀 ).

Em jornalismo de dados iremos aprender sobre ferramentas para aquisição, estruturação e apresentação de dados.

O crescimento dessa área dentro do jornalismo vem da ideia de que, em cenários cada vez mais complexos, de alta digitalização e de excesso de informações, não basta somente entrevistar pessoas: é preciso saber ler e interpretar grandes quantidades de informações.

Isso pode significar, por exemplo, analisar estatísticas e cruzar diferentes tipos de informação para se chegar a uma afirmação. É possível que também seja necessário estruturar dados que estejam “bagunçados” – quanto mais sensível a informação, maior a probabilidade dela estar escondida ou disponível de maneira incompreensível.

Ao fim, ao “encontrar” a notícia dentro dos dados, há a apresentação disso: pode ser por gráficos interativos, mapas responsivos, entre outros. Cada etapa desse processo demanda aplicativos e softwares específicos e aprenderei alguns deles aqui.

Jornalismo de dados tem uma forte interseção com design e estatísticas. Aliás, já discute-se a divisão dele em categorias, como reportagem assistida por computador, em que o foco é na captura e análise de grandes bases de dados, gráficos interativos e visualização de dados.

Abaixo há um vídeo muito interessante que assistimos em nossa primeira aula de data journalism na semana passada, sobre visualização de dados em um espaço físico real. O estatístico analisou a evolução da renda e da expectativa de vida em 200  países nos últimos 200 anos e produziu essa visualização magistral:


Comunidades online

Em gestão de comunidades, iremos entrar na área de redes sociais: como construir relacionamentos dentro de social media, como gerenciar o “capital social” dentro desse ambiente, como desenvolver e alimentar comunidades online, como dialogar com uma audiencia.

Tambem iremos aprender sobre o que eles chamam de ‘sourcing online’, ou seja: encontrar potenciais histórias [aqui é forte o “jornalismo cidadão”, que tem a colaboração dos leitores] mas, principalmente, verificar o quão verdadeiras são as colaborações.

Pessoas mandando vídeos e fotos de protestos de Hong Kong, por exemplo: é possível confiar? Como se certificar da veracidade disso?

Há formas e iremos aprender sobre elas.

4 pensamentos sobre “Uma breve explicação sobre jornalismo de dados e comunidades online

  1. Pingback: Aprender a aprender, essa nobre tarefa | Tô na terra da rainha!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s