Keila vai comprar cigarros

Muitas coisas interessantes têm acontecido aqui. Com isso, minha efusividade vai a mil, tenho vontade de sair, tomar uma cerveja e, conseqüentemente, fumar um cigarro.

Não sou uma fumante inveterada, daquelas que têm horário para acender o cigarro (depois de um cafezinho ou das refeições, por exemplo). Muito pelo contrário! Sou daquele grupo que se auto-intitula “fumantes sociais” e, quando chega final-de-semana, acende o cigarrão apenas para acompanhar uma cerveja E outra.

Na última semana, a filha da minha host, Camille, muito docemente, me convidou para ir a um pub com ela, o Playhouse. Dividimos uma garrafa de chardonnay, porque ela é fissurada em vinho branco, e começamos aquela conversa de bar. E não é que a vontade de fumar se apossou de mim?

Aqui, os cigarros são muito, muito caros. Se você está pretendendo viajar para a Inglaterra, talvez seja essa uma ótima oportunidade para largar o vício. Os maços aqui custam 6 libras! Isso é quase o equivalente a 20 reais. E eles vêm com menos unidades do que no Brasil! O Marlboro, por exemplo, é composto por 16 cigarros. Um roubo!

Mesmo com o preço extorsivo, não consegui me conter e ataquei um maço de Marlboro Light, o equivalente ao que fumo aí no Brasil. Mas, bela minha surpresa ao descobrir que o light deles é, na verdade… filtro amarelo! Eu não posso com filtro amarelo. Quem me conhece sabe que minha derrocada começa quando fumo cigarros de filtro amarelo.

O interessante foi descobrir que os ingleses têm duas categorias de cigarro forte aqui, ambos da mesma marca, para atingir fumantes diferentes: a light (a verdadeira, caixinha AZUL), com 4 mg de nicotina; a normal (que é a caixinha que eu comprei), mas com 7 mg de nicotina (o equivalente a caixa vermelha no Brasil) e a vermelha deles, cujo teor de nicotina nem posso ver que passo mal!

Outras possibilidades

Muito popular aqui são os cigarros feitos by yourself: você compra o fumo e os papeizinhos e enrola o seu próprio cigarro! Como não tenho coordenação motora, não posso escolher essa opção. Para os fumantes de cigarros lights no Brasil, como Free, Carlton ou Marlboro Light, esqueçam essa possibilidade. É extremamente forte!

Então, eu que comprei meu cigarrão forte pra caramba por engano, toda vez que acendo um (a cada quatro dias, diga-se de passagem), dou três tragadinhas e já vejo os resultados maléficos do filtro amarelo. Em lágrimas, apago e jogo fora quase o cigarro todo, como se estivesse jogando fora minhas próprias libras.

Talvez seja esse um forte argumento para deixar os cigarros para sempre!